Seja Bem-vindo, este é um fã blog que tem o intuito de manter os fãs de IVETE SANGALO bem informados.

Ivete Sangalo na revista Rossi: “O melhor canto do mundo é a nossa casa”

 

Edição 26
No momento em que completamos 30 anos, a cantora Ivete Sangalo transmite toda a sua alegria para a Rossi e fala da importância de cuidar do lar
Por Caroline Marques

Ivete Maria Dias de Sangalo nasceu em Juazeiro, interior da Bahia. Como veio de uma família de músicos, começou a cantar ainda criança. Nos intervalos do colégio tocava violão e nos saraus de família cuidava da percussão. Um pouco mais tarde, aos 17 anos, Ivete se mudou pra Salvador, onde fez sua primeira apresentação musical em um barzinho no bairro de Ondina. Daí em diante ela começou a ser chamada de Ivete Sangalo. E nunca mais parou de cantar.

Em 1993, quando participava de uma micareta na cidade de Morro do Chapéu (BA), ela conheceu o produtor musical Jonga Cunha, fundador do Bloco Eva. Ali começaria sua carreira na banda. Seis álbuns mais tarde, após vender mais de quatro milhões de cópias, a Banda Eva entrou para a história da música brasileira. Depois de permanecer seis anos na banda, Ivete decidiu seguir carreira solo.

Hoje, aos 39 anos e com mais de 12 milhões de discos vendidos, o que garante sua posição como um dos maiores ícones da música brasileira, Ivete Sangalo acaba de ser eleita a nova garota-propaganda da Rossi. Sua alegria, humildade, integridade e brasilidade representam muito bem o jeito de ser e de fazer da Rossi.

A baiana, mãe do pequeno Marcelo, concedeu em Salvador, uma entrevista exclusiva à Revista Rossi. Durante a conversa, descobrimos que ela adora voltar para sua casa, onde encontra a paz e o conforto familiar.

Revista Rossi Como foi a infância na casa de seus pais? 
Ivete Sangalo Quando eu morava em Juazeiro, minha casa tinha muito espaço livre e muitas plantas. Havia o quarto dos meninos e o das meninas. Eu dormia com minhas irmãs, mas ninguém sabia qual era a cama de quem.

Revista Rossi O que você aprendeu de mais importante nessa época? 
Ivete Sangalo O convívio com os outros, saber respeitar os pais, entender que há uma hora de bagunça e outra de descanso, aprender a dividir e a compreender. Estas coisas você só descobre dentro de casa.

Revista Rossi Quais valores aprendidos em casa você tenta passar para seu filho? 
Ivete Sangalo Mostro para meu filho que ele não pode perder as boas relações que nós construímos em família. Porque, muito do que eu sou hoje, aprendi com minha mãe quando morava com ela. Então, tudo de bom que eu puder passar para ele será o que aprendi no convívio do lar. Inevitavelmente, os valores de família são um ciclo que se renova.

Revista Rossi E como você transmite estes valores para ele?

Ivete Sangalo Eu sempre brinco com meu filho de massinha. Ele tem um molde para fazer uma casinha. Quando estamos brincando, eu pego este molde, vou colocando a massinha e falando para ele: “Agora a gente vai botar um pouco de amor aqui nessa chaminé, um pouco de felicidade aqui nessa portinha.” E, assim, nós dois vamos construindo a “nossa casinha”. Afinal, eu acho que o amor é isso: uma massinha que se molda.
Revista Rossi Quando você comprou sua primeira casa?
Ivete Sangalo Meu primeiro imóvel foi um apartamento no bairro da Pituba, aqui em Salvador. Na época, eu morava com minha mãe. Comecei a trabalhar como cantora e fui juntando dinheiro. Um dia falei para ela: “Vou comprar um apartamento para mim.” E ela, sempre muito moderna, falou: “Vá com tudo minha filha, vá comprar o seu apartamento.” E eu comprei!
Revista Rossi Como foi a experiência de morar sozinha?
Ivete Sangalo Eu tinha 25 anos na época. Só quando mudei foi que me deu conta de que estava acontecendo: “Eu não moro mais com a minha mãe, eu moro só.” Mas, é claro que na minha nova casa havia um quarto para minha mãe. E ela fez o mesmo, reservou um quarto para mim. Eram duas casas que eu amava.

Revista Rossi Então, você tem vários lares?
Ivete Sangalo O lar é onde eu me sinto à vontade. E quando estou à vontade, estou livre. No palco, eu tenho uma liberdade que se compara muito à liberdade que eu tenho dentro de casa. Se botar um sofá, eu durmo ali.
Revista Rossi Como é a sua casa de hoje?
Ivete Sangalo Hoje ela é grande porque cabe muito amor. Toda casa precisa, além de uma estrutura física, de uma estrutura emocional. E é isso que eu busco. Todos os objetos da minha casa são relacionados a um momento da minha vida. Eu nunca comprei algo simplesmente por comprar. Tudo o que tenho aqui é relacionado a um momento, uma viagem, uma experiência ou uma lembrança.
Revista Rossi E você se considera uma boa dona de casa?
Ivete Sangalo Sim, eu acho que sou uma melhor dona de casa do que cantora (risos). Eu sei onde fica tudo aqui e sou toda organizada. Adoro cozinhar e limpar. Também gosto de arrumar a casa para receber amigos. Para receber é preciso estar disposto a dividir momentos de alegria com quem chega. Por isso, eu enfeito a casa com flores, coloco música e faço uma boa comida. Às vezes, até mudo os móveis de lugar.
Revista Rossi O que você sente ao terminar uma turnê e voltar para o lar?
Ivete Sangalo Quando chego em casa encontro minhas referências. É ali que tenho meus cantinhos, os lugares onde gosto de refletir sobre a vida, onde não penso em nada: deito e simplesmente sonho, encontro meu filho. E, às vezes, é ali onde não encontramos nada e é isso o que a gente quer. Eu acho que o melhor canto do mundo é a nossa casa.

Revista Rossi Você acho que seu filho está desenvolvendo esse carinho pela casa dele, assim como você sempre teve pela sua?

Ivete Sangalo Claro! Minha mãe sempre me falou: voltar para casa é voltar para o aconchego. Então, se meu filho tem amor dentro de casa, o melhor lugar para voltar é para a nossa casa, não é?
Revista Rossi Então, você se considera uma pessoa caseira?
Ivete Sangalo Sim, eu acho que a frase que eu mais uso é: “Hoje eu tenho que voltar para minha casa.” É uma necessidade vital mesmo. Eu gosto de estar em um lugar seguro, de estar na minha estrutura. Dentro da minha casa eu sou muito mais eu. E é aqui que minhas inspirações acontecem, quando eu abro a janela e vejo o mar lindo na minha frente. Por isso, a maioria das minhas canções foi composta no meu lar.
Revista Rossi O que a sua casa representa para você?
Ivete Sangalo Existem várias casas na vida da gente. A família é a nossa maior casa. Quando sobrevoo Salvador já sinto o cheiro. Sinto aquela alegria de estar voltando. E, quando abro a porta da minha casa, eu penso: “Estou em paz, estou segura.” É preciso tratar da sua felicidade na sua casa e entender que, às vezes, a casa independe do tamanho ou do bairro.

Fonte: Rossi
Postado por: @lovalverde

One response

  1. JESSICA NAIELE

    Gente essa cantora sempre diva, cada vez mais amo ela, essa humildade alegria q só Ivete tem. amo vc veveta

    Novembro 8, 2011 às 9:07 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s